Inspeções nos veículos: transporte seguro

31/ 05

maio amarelo logo branco

Ao apoiar o Movimento Maio Amarelo, a ALE reconhece que pode contribuir efetivamente para a segurança no trânsito. Por isso, todos os veículos que rodam pelas cidades e estradas com o nosso combustível passam por um minucioso processo de inspeção, realizado a cada três meses, para a verificação de diversos itens que garantem o bom estado dos caminhões.

O check-list inclui revisão da documentação do veículo e, principalmente, a habilitação legal para o transporte de produtos perigosos, verificação de itens de segurança, como o extintor de incêndio, estado de conservação dos pneus, aferição e verificação dos tanques e a presença dos equipamentos de proteção individual e coletiva que devem ser usados durante a descarga nos postos.

A capacitação técnica e comportamental do motorista para o transporte de produtos perigosos é outro ponto que a ALE considera fundamental para a segurança no trânsito. Além da inspeção dos veículos, todos os condutores também têm que apresentar os comprovantes dos treinamentos exigidos para o transporte de Produtos Perigosos.

Foco ampliado

Além de cuidar da frota própria, a ALE também segue o mesmo procedimento de inspeção de segurança nos veículos de revendedores que carregam nas nossas bases de todo o Brasil. Quando são detectados problemas, o veículo é bloqueado, já que não há condições para o transporte. Para evitar essas ocorrências, os clientes devem manter seus veículos em perfeitas condições para o transporte de produtos perigosos.

Da mesma forma, quando uma empresa é contratada para fazer os carregamentos, a ALE também exige o mesmo padrão interno de segurança e qualidade para a prestação dos serviços. “Os veículos só começam a trabalhar para a nossa empresa depois de uma inspeção completa e adequação ao modelo exigido pela companhia”, comentou Adriano Brito, coordenador de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da ALE.

E para completar, além da verificação trimestral, a companhia também tem um programa de Inspeção Invisível que avalia a conduta dos motoristas desde a saída das bases até a entrega. Atualmente, são realizados entre 25 e 30 acompanhamentos mensais em todo o Brasil. Quando o condutor alcança 95% de conformidade na operação, recebe bônus e prêmios.

Participação do revendedor

A participação dos revendedores é fundamental nesse grande programa de segurança da ALE, seja cuidando dos veículos próprios ou observando os procedimentos de entrega que acontecem diariamente nos postos de todo o país. As condições físicas dos veículos e o uso dos equipamentos de segurança durante a descarga, pelo motorista, são pontos importantes para evitar a ocorrência de acidentes.

Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com o FALE, pelo telefone 0800 281 500, disponível também na parte traseira dos caminhões. Todas as informações serão repassadas para a equipe responsável pelo programa Práticas Inseguras e Quase Acidentes, que analisará cada caso e retornará para o cliente ou para o transportador responsáveis pelo veículo.

Comente